terça-feira, 26 de julho de 2011

LÓGICA: A Proposição


A atividade mental que o espírito executa para achar a relação entre duas noções, ou ideias, chama-se julgar. 
Donde julgar é formar juízos ou fazer afirmações. A expressão verbal é a PROPOSIÇÃO.

         PROPOSIÇÃO: do latim: pro= ante, e pono = ponho, é etimologicamente = por perante a alguém, em forma verbal, o ato intelectual que se chama juízo; logicamanete, é a expressão verbal do juízo.

         Ela é de forma indicativa (informa uma visão de mundo) , categórica ou condicional. Ela é afirmação da conveniência ou desconveniência entre dois termos que expresssam asnoções de juízo, donde a expressão verbal compõem-se de dois termos e do verbo que os relaciona, atribuindo a um deles o conteúdo do outro.
          O termo da proposicão, do qual se afirma alguma coisa, chama-se sujeito; e o que indica o que se afirma do sujeito chama-se predicado.
           Os termos da proposição constituem a materia e o verbo é a forma da proposição.

CLASSIFICAÇÃO (categorias) DAS PROPOSIÇÕES

            1. QUANTIDADE

UNIVERSAIS: quando o predicado é atribuído à extensão total do sujeito.
 (Todos os S são P) ou (Nenhum S é P).

- PARTICULARESuma parte da extensão do sujeito
 (Alguns S são P) ou (AlgunsS não são P).

- SINGULARESúnico indivíduo,
 (Este S é P) ou (Este S não é P)

 (Todos os S são P) ou (Nenhum S é P).
 Quando o predicado se refere à extensão total do sujeito

            2. QUALIDADE

AFIRMATIVAS: as que atribuem alguma coisa a um sujeito:  S é P.

- NEGATIVAS: as que separam o sujeito de alguma coisa: S não é P.

        3. QUANTO A RELAÇÃO

- CONTRADITÓRIAS: quando temos o mesmo sujeito e o mesmo predicado, uma das proposições é universal afirmativa (Todos os S são P) e a outra é particular negativa (Alguns S não são P); ou quando se tem uma universal negativa (NenhumS é P) e uma particular afirmativa (Alguns S são P).

CONTRÁRIAS: quando, tendo o mesmo sujeito e o mesmo predicado, uma das proposições é universal afirmativa (Todo S é P) e a outra é universal negativa (Nenhum S é P); ou quando uma das proposições é particular afirmativa (Alguns Ssão P) e a outra é particular negativa (Alguns S não são P).

SUBALTERNAS: quando uma universal afirmativa subordina uma particular afirmativa de mesmo sujeito e predicado, ou quando uma universal negativa subordina uma particular negativa de mesmo sujeito e predicado.



Nenhum comentário: