quarta-feira, 29 de junho de 2011

LÓGICA: A PROPOSIÇÃO CATEGÓRICA E A TAUTOLOGIA

- PROPOSIÇÃO CATEGÓRICA

 Proposição categórica faz uma afirmação da qual não ficaremos com duvidas.

Por exemplo: “O produto será entregue hoje”. Temos certeza de que o produto será entregue hoje. 
Mas, se a frase fosse: “Talvez o produto seja entregue hoje” ou “O produto poderá ser entregue hoje”, toda a certeza se esvai. 

Essas não são proposições categóricas, e somos deixados na dúvida sobre quando o produto realmente será entregue. 
Um argumento categórico (formado por proposições categóricas) é, então, o mais efetivo dos argumentos porque nos fornece certo conhecimento. 



- PROPOSIÇÃO HIPOTÉTICA.


A Hipótese (do gr. Hypóthesis) é uma proposição que se admite de modo provisório como verdadeira e como ponto de partida a partir do qual se pode deduzir, pelas regras da lógica, um conjunto secundário de proposições, que têm por objetivo elucidar o mecanismo associado às evidências e dados experimentais a se explicar.

Literalmente pode ser compreendida como uma suposição ou proposição na forma de pergunta, uma conjetura que orienta uma investigação por antecipar características prováveis do objeto investigado e que vale quer pela concordância com os fatos conhecidos quer pela confirmação através de deduções lógicas dessas características, quer pelo confronto com os resultados obtidos via novos caminhos de investigação (novas hipóteses e novos experimentos).
Não é possível provar ou refutar uma hipótese, mas confirmá-la ou invalidá-la: provar e confirmar são coisas diferentes embora divisadas por uma linha tênue. Entretanto, para as questões mais complexas, lembre-se, podem existir muitas explicações possíveis, uma ou duas experiências talvez não provem ou refutar uma hipótese.

 - TAUTOLOGIA

A origem do termo vem de do grego tautó, que significa "o mesmo", mais logos, que significa "assunto".Portanto, tautologia é dizer sempre a mesma coisa em termos diferentes. 

Em filosofia diz-se que um argumento é tautológico quando se explica por ele próprio, às vezes redundante ou falaciosamente

Por exemplo, dizer que "o mar é azul porque reflete a cor do céu e o céu é azul por causa do mar" é uma afirmativa tautológica.
Um exemplo de dito popular tautológico é "tudo o que é demais sobra".

Ela é uma palavra usada na terminologia própria da Lógica e da Retórica. 
Tautologia é uma proposição dada como explicação ou como prova, mas que, na realidade, apenas repete o que foi dito.

Exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo' (dizem que devemos evitar uso das repetições desnecessárias).

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tautologia
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20091028161645AA3zePa
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hip%C3%B3tese

Nenhum comentário: